20 de jan de 2010

Fui Eu
Herbert Vianna

Os pés descalços
queimam no asfalto
Os carros passam
vêm e vão
Eu dobro a esquina
Eu vou na onda
Pego carona na multidão
Você olhou, fez que não me viu
Virou de lado, acenou com a mão
Pegou um taxi, entrou, sumiu
Deixou o resto de mim no chão
Vai ver que a confusão
Fui eu que fiz Fui eu
Há algo errado no paraíso
É muito mais que contradição
Sou eu caindo num precipício
Você passando num avião
Você olhou,fez que não me viu
Foi como se eu não estivesse ali
Desligou a luz, deitou, dormiu
Nem pensou em se divertir

Nenhum comentário:

Postar um comentário